Novidades

Cresce o número de brasileiros que só acessam a internet pelo celular

As conexões móveis são cada vez mais a principal forma de acesso dos brasileiros à internet, e os computadores são cada vez menos presentes na nossa vida. É isso o que aponta o estudo TIC Domicílios 2016, realizado pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) e divulgado nesta terça-feira, 5, pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br).

O estudo, realizado anualmente, mostra a penetração da internet nos lares e na vida dos brasileiros, além das formas como usamos a internet como um todo. Confira alguns destaques da edição de 2016:

  • Ao todo, 107,9 milhões de brasileiros acessam a internet. 60% dos brasileiros com mais de 10 anos já possuem acesso à rede, e 54% das casas brasileiras (36,7 milhões de residências) possuem algum tipo de conexão com a internet;
  • 23 milhões de lares usam internet de banda larga, mesmo patamar encontrado no estudo de 2015, o que indica que as conexões fixas se mantiveram estáveis no país. 18% das residências compartilham internet com vizinhos - isso é mais comum em áreas rurais (30%) e na região Nordeste (28%);
  • A internet móvel é a principal forma de acesso à internet para 9,3 milhões de domicílios brasileiros. De todos os brasileiros com acesso à internet, 93% usam o celular para navegar na rede - esse número subiu quatro pontos percentuais entre 2015 e 2016, mantendo a tendência de crescimento dos smartphones como dispositivo principal dos brasileiros;
  • Muita gente não tem computador em casa mas acessa a internet do mesmo jeito. Dos lares conectados, 4,4 milhões usam apenas dispositivos móveis;
  • Os computadores estão perdendo importância na hora de o brasileiro usar internet: em 2014, eles eram usados por 80% dos brasileiros com acesso à internet, e em 2016 esse número caiu para 57%;
  • A classe social influencia bastante no acesso à rede: 98% dos lares brasileiros de classe A e 91% da classe B acessam a rede. Já nas classes D e E esse número cai para 23%.

 

Como usamos a internet

A pesquisa TIC Domicílios 2016 também mostrou quais as atividades feitas pelos brasileiros quando estão na internet. Como esperado, o envio de mensagens instantâneas (89%) e as redes sociais (78%) são as principais atividades, mantendo o mesmo patamar do estudo de 2015.

Mas os brasileiros também usam cada vez mais a internet para divulgar ou vender produtos e serviços - em 2012, eram 7% que faziam isso na rede, e em 2016 eram 17%.

Já o consumo de conteúdo varia dependendo de onde a pessoa mora. Nas áreas urbanas, 70% dos usuários assistem a vídeos online, enquanto nas áreas rurais a proporção é de 56%. O consumo de música é atividade feita por 64% das pessoas em áreas urbanas e 53% nas áreas rurais.

O estudo TIC Domicílios 2016 pode ser conferido na íntegra no site do Cetic.br.

Fonte: Olhar Digital

Vem Falar com a gente

Localização Av. São Sebastião, 3055c, Goiabeiras, Cuiabá- MT.