Novidades

Google anuncia fim do encurtador de links 'goo.gl'

Encurtadores de links são serviços bastante úteis para ajudar a compartilhar sites com outras pessoas. Agora, no entanto, uma ferramenta popular que simplifica endereços da internet vai ser desativada: o Google anunciou o fim do encurtador "goo.gl".

Em um post em seu blog para desenvolvedores, o Google explicou que decidiu abandonar o antigo encurtador de links para apostar na tecnologia Firebase Dynamic Links (FDL). Esses links dinâmicos conseguem enviar usuários a qualquer lugar da web a partir de apps para Android, iOS e mesmo na web.

A despedida do goo.gl vai ser em etapas. A partir do dia 13 de abril, não vai mais ser possível criar novos links no encurtador. A partir dessa data, usuários vão continuar podendo gerenciar os links encurtados a partir do console do goo.gl, que será desativado no dia 30 de março de 2019.

Os links encurtados vão continuar redirecionando para o site desejado pelos usuários indefinidamente, garante o Google.

Lançado em 2009, o encurtador de URLs ainda é bastante popular, não somente por ser gratuito, como também por ser fácil e rápido de usar. Uma URL encurtada é útil, por exemplo, para compartilhar links em plataformas que determinam um limite de caracteres, e também é popular entre desenvolvedores.

Apesar da notícia, a companhia não pretende deixar seus usuários de mãos abanando, precisando recorrer a serviços de outras empresas para encurtar seus links: a Google, na verdade, está direcionando o goo.gl para o Firebase Dynamic Links, que chegou neste final de semana com o objetivo de centralizar os esforços da gigante no que diz respeito ao gerenciamento de links por parte de desenvolvedores. Já os usuários comuns talvez acabem preferindo serviços mais simples (da concorrência) como, por exemplo, os também populares Bit.ly e Ow.ly.

 

Entre os motivos que levaram a gigante à essa decisão está o fato de que, com a evolução da internet nos anos mais recentes, a maneira que as pessoas usam a internet também evoluiu, o que, hoje em dia, engloba não somente usar a World Wide Web em computadores, como também por meio de aplicativos móveis e, mais recentemente, com o crescente uso de speakers inteligentes conectados às assistentes digitais.

Mas, voltando à extinção do encurtador de URLs da Google, mesmo depois do dia 13 de abril, quando os usuários não conseguirão mais encurtar seus links, quem tem conta e acessa a ferramenta continuará podendo conferir os recursos ali presentes, como estatísticas de seus links encurtados, por exemplo, até o dia 30 de março de 2019, quando o goo.gl será oficialmente encerrado.

Fonte: olhardigital

Vem Falar com a gente

Localização Av. Líbano, 94, Santa Rosa, Cuiabá- MT. Fones (65) 3359-8044.